A sério que sim
29.11.11

Mário Soares, definitivamente, sofre de incontinência verbal. Segundo esta não-notícia, terá dito a jornalistas: "Quem assinou o primeiro PEC e pediu dinheiro emprestado foi o anterior governo do PS. Seria mau o novo líder socialista não se abster. Foi um acto de simpatia e respeito para com o antigo líder".

 

Eu gosto de pensar que Soares está equivocado. Eu espero que esta abstenção não tenha sido meramente um acto de simpatia e respeito para com Sócrates. Eu espero, sim, que tenha sido uma manifestação de "vergonha na cara" - algo que Soares, certamente, não reconheceu por lhe ser completamente estranho.

link do postPor João Sousa, às 23:59  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO