A sério que sim
3.7.13

Portas fez o que sabe e agiu de acordo com o sangue que lhe corre nas veias. É um verme político. Achará, porventura, que retirará dividendos eleitorais desta sua postura. Estes dividendos podem ser capitalizados de duas formas:

 

1. Vamos para eleições e Portas apresenta-se como o mártir que, apesar de todas as adversidades, manteve os liberais desenfreados sob controlo;

 

2. Passos assume o Governo minoritário e dá a Portas o poder de um acordo de incidência parlamentar. Manda e desmanda no Governo e apresenta-se a eleições, talvez para o ano, como o herói que moldou o orçamento, tornando-o mais people friendly.

 

Talvez Portas conte com esta segunda opção. Talvez lhe passe pela cabeça que a sua demissão relâmpago, sem qualquer respeito ou lealdade institucional, não terá qualquer efeito na sua popularidade. Talvez considere que meia dúzia de danças numas feiras espalhadas pelo país enquanto enverga um alegre boné azul apagam tudo.

 

Quero acreditar que não. Quero acreditar que o tiro lhe sairá pela culatra. Não me passa pela cabeça que o País ilibe semelhante canalha.

link do postPor António Pinto, às 12:08  comentar

De Maria João Godinho a 3 de Julho de 2013 às 14:09
Desta vez, ninguêm vai perdoar a Portas. Nunca tinha visto tamanha falta de bom senso e respeito pelos Portugueses. Comprometeu toda a gente, a tomada de posse da Ministra, o Primeiro-ministro, os seus próprios ministros e o Presidente da República. Foi uma festa. Tanta vaidade e ego. Acabou por fazer aquilo que a oposição não conseguiu. Derrubar o Governo. Ele que compre um bilhete de avião e vá ter com o Sócrates.... e por favor, que fique por lá.

De António Pinto a 3 de Julho de 2013 às 15:00
Cara Maria João,

Não sei se derrubou o Governo, a ver vamos. Parece-me que a primeira vítima política deste processo é o próprio Paulo Portas. Consideremos que tomou uma decisão desta importância sem consultar os orgãos do partido ou mesmo os seus colaboradores mais próximos. É olhado de lado dentro do CDS, situação impensável há apenas alguns dias. Lembremo-nos de que há um Congresso daqui a 3 dias. Já houve surpresas maiores...

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO