A sério que sim
23.7.16

Alguém achou por bem assinalar com pompa e cerimónia os 40 anos do 1º Governo Constitucional. O geronte Soares, por lhe cheirar a adulação, marcou presença e toda uma tropa sinistra acorreu ao beija-mão: o afectuoso Marcelo, António Costa, Ferro Rodrigues, Pinto Balsemão, múltiplos ministros... Se alguém quisesse perceber como este país chegou ao triste estado actual, bastava ter ido ver a plateia: estavam lá o passado, o presente e o futuro da desgovernação de Portugal.

link do postPor João Sousa, às 20:22  comentar

17.7.16

François Hollande acha "moralmente inaceitável" que Durão Barroso, um ano e meio depois de deixar a presidência da UE, vá trabalhar para a Goldman Sachs. Pois eu acho "moralmente inaceitável" que um presidente da república como François Hollande coloque sob contrato estatal - o seu cabeleireiro, e que lhe pague mensalmente 10.000 euros dos contribuintes.

link do postPor João Sousa, às 23:51  comentar

15.7.16

O jornal Observador titula que foi encontrada mala suspeita perto da sede nacional do PS. Oh meu caro Observador! O que nunca faltou perto e na sede nacional do PS foram malas suspeitas... como Rui Mateus o pode confirmar.

tags:
link do postPor João Sousa, às 19:25  comentar

14.7.16

A sério que, no dia em que notícias relacionam a mulher de Pedro Silva Pereira com o esquema de lavagem de dinheiro de José Sócrates, a TVI do amigo Figueiredo acha boa ideia convidar Pedro Silva Pereira para criticar a hipotética falta de ética de Durão Barroso?

tags: ,
link do postPor João Sousa, às 22:10  comentar

12.7.16

Faço zapping e passo pela TVI24. José Alberto Carvalho modera um pequeno debate chamado "Portugal depois da vitória" em que os intervenientes são: Fernando Medina, Isabel Moreira, Ricardo Araújo Pereira e um eclesiástico cujo nome não apanhei. A TVI do amigo Figueiredo já nem tenta disfarçar.

tags: ,
link do postPor João Sousa, às 21:41  comentar

11.7.16

Marcelo, espertalhão, vai cobrir a selecção nacional com comendas pela conquista do título europeu de futebol. Espero, claro, o anúncio de que Marcelo vai também comendar Sara Moreira e Patrícia Mamona pela conquista dos seus respectivos títulos europeus em atletismo.

link do postPor João Sousa, às 07:24  comentar

1.7.16

São publicados textos a explicar as duas razões que tramaram Miguel Relvas - e depois mencionam apenas uns detalhes jurídicos.

 

Sejamos honestos. As duas razões que tramaram Miguel Relvas foram: termos um primeiro-ministro chamado Pedro Passos Coelho que, perante dúvidas sobre o currículo académico do seu braço-direito político, deu carta-branca ao ministro da Educação para fazer uma investigação séria; e termos um ministro da Educação chamado Nuno Crato que, incumbido de tal tarefa, não hesitou em agir em conformidade e decretar a nulidade do diploma daquele que era - repito - tão somente o braço-direito político do seu primeiro-ministro.

 

Comparemos: quando o currículo académico do primeiro-ministro Sócrates esteve sob escrutínio, ele "ordenou" ao ministro Mariano Gago uma "investigação" - e este inventou uns pretextos manhosos para fechar a universidade em questão e enterrar as informações relacionadas com o caso.

 

No fim de tudo, o que fica é isto: durante quatro anos tivemos um primeiro-ministro e um ministro da Educação íntegros; nos seis anos antes, tivemos um manhoso como primeiro-ministro e um pau-mandado como ministro do ensino superior.

link do postPor João Sousa, às 12:52  comentar

Cinco jogos, quatro empates e uma vitória (após prolongamento).

 

Uma das questões frequentes em conversas sobre futebol é "porquê fulano não foi colocado de início". Parece clara, tendo em conta o palmarés desta selecção neste Europeu, a razão para Quaresma não ter sido colocado de início contra a Polónia: foi castigado por Fernando Santos por ter marcado o golo que impediu o empate contra a Croácia. Fernando Santos não queria ser "apenas" campeão. Fernando Santos procurava a imortalidade como o único treinador a ser campeão da Europa sem ganhar um único jogo.

tags:
link do postPor João Sousa, às 10:32  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO