A sério que sim
19.2.12

O despudor desta criatura abjecta é tal que eu não encontro na língua portuguesa palavras suficientemente fortes para exprimir as sensações que me desperta ("asco" e "repulsa" não chegam a lascar a superfície):

 

José Sócrates diz que "Vemos hoje tudo o que perdemos por ter pedido ajuda externa: níveis de desemprego, de falências, ratings da República, dos bancos: quantos anos vamos demorar a regressar aos níveis de há um ano?" (in Público)

 

E quantas décadas, pergunto eu, teremos de penar para regressarmos aos níveis de antes do daninho Sócrates?

tags: ,
link do postPor João Sousa, às 15:21  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO