A sério que sim
9.11.11

Vejo este caso Face Oculta celebrado por alguns como sendo a desejada punição judicial das falcatruas do socratismo. Eu, habitual céptico, só posso atribuir tais festejos à inocência de quem os emite.

 

É verdade que estão ali alguns distintos elementos da quadrilha formada no Largo do Rato. Se exemplares como Vara e o clã Penedos fossem retirados da esfera pública e passassem uma temporada em recolhimento, o ar ficaria de imediato mais respirável.

 

Mas dizer que o julgamento destes meros aríetes marca a punição da pilhagem socrática, é como dizer que se está a punir Al Capone prendendo um dos seus esbirros por queimar estalinhos de Carnaval. Há muito, muito mais para remexer, investigar, catalogar e julgar. Há muitos mais elementos da camarilha de Sócrates que têm de responder pelos seus actos, a começar pelo próprio. O caso TVI não pode ficar impune. O caso Cova da Beira não pode ficar impune. O caso Magalhães não pode ficar impune. O caso SCUT não pode ficar impune. E muitos, muitos mais que eu me escuso de enumerar por medo de esquecer outros tantos.

link do postPor João Sousa, às 00:17  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO