A sério que sim
18.10.12

A Lusa foi ouvir Otelo (a que propósito se lembraram dele? Irão ouvir todos os loucos no Júlio de Matos?). Este diz que a revolução está iminente e termina:

 

"Tal como lhe disse em novembro do ano passado, com 800 homens eu fazia uma operação militar e mudava o regime. Mais do que mudar o governo, é preciso mudar o regime".


Sim, nós já percebemos que o problema de Otelo é mesmo o regime - esta coisa da democracia é uma chatice.

tags:
link do postPor João Sousa, às 11:39  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO