A sério que sim
19.2.13

O jornal I apresenta-os como os "jovens turcos", órfãos de António Costa e organizados entre si para se oporem à liderança de Seguro.

 

Eu até estou pronto a concordar com a maior parte da adjectivação, com a excepção da orfandade. Não acredito que António Costa fosse um pai espiritual para estes gangues organizados do PS. Costa seria, quando muito, um tio espiritual, um testa-de-ferro a consumir nesta travessia do deserto até que se reúnam as condições óptimas para o regresso do verdadeiro D. Sebastião destas gentes: José Sócrates. Basta ver os nomes apontados pelo I para o perceber: Pedro Nuno Santos, o rambo de Aveiro; João Tiago Silveira, antigo porta-voz socrático; Sérgio Sousa Pinto, que tem a infelicidade adicional de cada vez estar mais parecido com o ar mafioso de Armando Vara; João Galamba, o... repugnante. E todos os outros desta posse maldita, maioritariamente formada na JS e que já no passado se reuniu em "iniciativas" como o "Congresso Democrático das Alternativas".

tags:
link do postPor João Sousa, às 12:53  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO