A sério que sim
6.3.13

Daniel Oliveira, um dos perpetradores semanais do "Eixo do Mal", saiu do Bloco de Esquerda em ruptura com Louçã. Não é nada que não se visse no horizonte. Há muito que Daniel Oliveira me parecia interessado numa aproximação à ala esquerda do PS, imaginando para o Bloco um papel, à esquerda, semelhante ao do PP à direita.

 

Ficarei surpreendido se o vir atrelar-se ao PS, quiçá guiado pela mãozinha tratada a óleo de amêndoa de Joana Amaral Dias? De todo. Afinal, o nosso PS é uma enorme confederação, albergando desde as correntes católicas vindas do CDS até aos ideólogos chegados da esquerda radical. Vendo bem a coisa, há muito mais a separar as margens do PS do que aquilo que desune os extremos do BE. A diferença entre o PS e o BE, é que este último não possui a "força gravitacional" que mantém em aparente união partículas tão distantes - e essa "força" é a constante hipótese de acesso ao poder.

link do postPor João Sousa, às 11:22  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO