A sério que sim
8.3.15

O ministro das finanças grego apresentou uma medida para combater a fraude fiscal: contratar domésticas, estudantes e turistas, equipá-los com microfones e câmaras, e mandá-los à caça de dissidentes. Perdão - infractores fiscais. Mas é um lapsus linguae aceitável, já que Varoufakis foi buscar inspiração às suas referências políticas e pretende recriar a Stasi da Alemanha de Leste

link do postPor João Sousa, às 23:30  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO