A sério que sim
6.2.18

Marcelo disse hoje, na abertura da Banking Summit em Lisboa, que:

 

"(...) a Governação em 2015 deixou com inquestionável mérito um trilho aberto e começado a percorrer de drástica redução do défice, de sensibilização para a prioridade nacional do saneamento das contas públicas e de crescimento da economia portuguesa."

 

Marcelo, que passou os primeiros dois anos de mandato de braço dado com Costa a fazer uma pútrida guerrilha contra Passos Coelho, fala agora do seu "inquestionável mérito". Que inquestionável canalha é este Marcelo!

link do postPor João Sousa, às 19:16  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO