A sério que sim
17.4.14

Se António José Seguro, que se pendurou em Hollande como o emplastro, tivesse um vestígio de vergonha na cara, estaria neste momento a cavar um buraco para se fechar nele durante um par de anos. A França, epicentro dos tais ventos de mudança anunciados pelo velho Soares desde a eleição de Hollande, o homem-providencial que iria colocar a sra. Merkel na ordem e transportar-nos para um futuro de leite e mel, afastados da austeridade e a crescer com a fúria de um feijoeiro, prepara-se para… congelar salários, pensões e fazer múltiplos cortes nas despesas sociais.

 

Na verdade, o único leite e mel que Hollande trouxe - terá sido para o seu pequeno-almoço nas casas das amantes.

link do postPor João Sousa, às 13:07  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO