A sério que sim
17.7.16

François Hollande acha "moralmente inaceitável" que Durão Barroso, um ano e meio depois de deixar a presidência da UE, vá trabalhar para a Goldman Sachs. Pois eu acho "moralmente inaceitável" que um presidente da república como François Hollande coloque sob contrato estatal - o seu cabeleireiro, e que lhe pague mensalmente 10.000 euros dos contribuintes.

link do postPor João Sousa, às 23:51  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO