A sério que sim
26.6.16

Quaresma estragou os planos. Fernando Santos estava a tentar replicar no Europeu a estratégia costista: trazer a taça sem uma única vitória.

link do postPor João Sousa, às 23:08  ver comentários (1) comentar

19.4.16

Costa negociou com os "lesados" do BES sem que o eleitor faça a mais pequena ideia do que foi combinado e acha-o perfeitamente normal; Costa chamou um amigo para intermediar negociações em nome do Estado (amigo esse com ligações profissionais e negociais que sugerem, no mínimo, conflito de interesses) sem haver sequer um contrato para eleitor ver e acha-o perfeitamente normal; Costa fez uma lei à medida para um caso particular, combinou com Marcelo reter a promulgação enquanto as partes no BPI tentavam um acordo e acha-o perfeitamente normal.

 

Fosse isto num governo da chamada "Direita" e era ver o nosso jornalismo a esganiçar-se de indignação. Sendo Costa um homem "de esquerda"... tudo isto são peanuts que não sairão dos rodapés.

link do postPor João Sousa, às 09:03  comentar

8.4.16

João filho-do-pai Soares lá apresentou a demissão. Não o fez por achar que tivesse feito alguma coisa mal, mas por "solidariedade com o executivo" - o que evidencia as prioridades do molusco. António Costa lá aceitou "naturalmente", segundo o próprio, a demissão do primeiro. O problema nem é Costa ter aceitado "naturalmente" a demissão do filho-do-pai. O problema maior foi a "naturalidade" com que António Costa convidou tal alimária para o ministério da Cultura.

link do postPor João Sousa, às 15:04  comentar

7.4.16

O suposto Ministro da Cultura renova a promessa de "bofetadas" a um crítico cultural que, pelos vistos, não lhe presta a vassalagem devida. Recordo: num passado já longínquo, quando o destino da nação estava nas mãos de um homem digno, o primeiro-ministro Cavaco Silva demitiu um ministro por causa de uma mera anedota sem piada.

link do postPor João Sousa, às 10:37  comentar

20.3.16

O que raio tem o suposto chefe de um governo que meter o bedelho nas disputas da banca privada? O que raio tem o poucochinho Costa que "sugerir" a Isabel dos Santos de onde sair e para onde ir? Mas que palhaçada é esta?

link do postPor João Sousa, às 15:22  comentar

19.2.16

Não há ninguém que telefone ao Sindicato respectivo para denunciar uma clara situação de assédio moral sobre Carlos Costa? Aquilo que António Costa está a fazer é da cartilha esquerdista: semear o caos na sociedade para depois apresentar a sua Nova Ordem.

 

António Costa responsabiliza Carlos Costa por os "lesados do BES" ainda não terem sido ressarcidos. Curiosamente, ainda não ouvi António Costa querer que Ricardo Salgado e sus muchachos sejam responsabilizados por lesarem os "lesados do BES".

 

António Costa igualmente menciona a "solução" proposta pelo seu governo e que recolhe, segundo diz, o apoio de praticamente todas as entidades envolvidas - a começar pela tal entidade opaca chamada "lesados do BES". A transparência habitual de Costa leva a que tal solução seja mais ou menos desconhecida do eleitor e contribuinte. A manter-se o padrão visto no Banif, António Costa não fará desaparecer "lesados do BES " - simplesmente nos transformará a todos "lesados do BES".

link do postPor João Sousa, às 09:32  comentar

18.2.16

António Costa, reconheçamos, é um inovador. Conseguiu ser primeiro-ministro depois de perder as eleições; agora consegue apresentar múltiplos orçamentos rectificativos ainda antes de apresentar o Orçamento de Estado.

link do postPor João Sousa, às 20:37  comentar

12.2.16

Havia há meses uma conta satírica no Twitter chamada Costa, PM. Havia - mas está suspensa. Como não me parece que o Twitter ande a prestar especial atenção a contas que satirizam personalidades públicas deste pequenino rectângulo, só posso concluir que se tratou de uma denúncia (chibanço, delação, queixinha) de alguém ansioso pela "liberdade respeitosa" de outros tempos. Ah, se isto tivesse sido com uma personalidade ligada à Direita, a cinza que já não estaria a ser lançada aos ares...

link do postPor João Sousa, às 13:02  comentar

7.2.16

Pelo que se está a ver no Twitter, António Costa tornou-se uma espécie de Martha Stewart à portuguesa: tem conselhos para todos os gostos.

link do postPor João Sousa, às 20:57  comentar

marie_antoinette.jpg

António Costa, a propósito do aumento de impostos (que ele prometeu não haveria, portanto deve ser uma ilusão de óptica), terá aconselhado os portugueses a "usarem mais transportes públicos, deixarem de fumar e moderarem o recurso ao crédito". Primeiro: o que diriam os "comentadeiros" do costume se fosse um político de direita a dizer uma coisa destas? Segundo: onde se escondeu o jornalismo que deturpava toda e qualquer declaração de Passos Coelho? Terceiro: irá o governante António Costa dar o exemplo e usar transportes públicos? (Resposta: claro que não, é o contribuinte quem lhe paga o imposto que consome). Quarto: como podem os portugueses usar mais os transportes públicos se, ao reverter as privatizações destes, deixa os passageiros de novo reféns do sindicalismo que se acoitou no sector? Quinto: irá o governante António Costa dar o exemplo e moderar o recurso ao crédito?

 

E já agora, por onde anda o jornalismo que permite a António Costa o descaramento de declarar "que tivemos de fazer cedências, com certeza, ninguém pode fazer uma negociação e chegar a acordo no pressuposto de que são os outros que fazem cedências"? Perante isto, sabendo como sabemos que António Costa não mente nunca (e quando o parece fazer, é a realidade que está errada), só podemos concluir que a sua absoluta intransigência nas "negociações" com a coligação após as eleições significava que ele foi para essas negociações - sem qualquer intenção de negociar. O que, na minha modesta terrinha, se chama - hipocrisia.

link do postPor João Sousa, às 09:47  ver comentários (1) comentar


 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO