A sério que sim
18.10.17

Dois ou três dias depois de nova chacina nas matas portuguesas, no dia seguinte a Marcelo fazer de conta que é presidente e fingir-se zangado com o amigo Costa, e no próprio dia da notícia da demissão da ministra da administração interna, a PJM anuncia que recuperou "praticamente todo" o material roubado em Tancos - o tal que o ministro até nem sabia se tinha mesmo sido roubado.

 

Juntando isto ao que se passou depois de Pedrógão, parece que este governo tem uma manifesta tendência para sacudir cercos com manobras de diversão.

link do postPor João Sousa, às 11:58  comentar

13.10.17

Se não se demitiu até hoje, porque diabo é que havia de se demitir agora? Se não teve vergonha durante estes meses, porque é que teria hoje?

link do postPor João Sousa, às 11:50  comentar

28.8.17

Os meteorologistas previram, com avanço, uma sequência de dias quentes e secos com possível ocorrência de trovoadas. O Estado, na pessoa do Governo, fez orelhas moucas, não avançando qualquer prevenção ou vigilância especial - e ocorreu Pedrógão Grande.

 

Os meteorologistas previram, com avanço, uma sequência de dias com provável chuva. O Estado, na pessoa da Câmara de Lisboa, fez orelhas moucas, não avançando qualquer prevenção - por exemplo, limpando os escoadores. Ocorrem inundações.

 

O Verão fez uma pausa - titulou a Renascença. A inércia estatal, essa, é imparável.

link do postPor João Sousa, às 21:44  comentar

27.8.17

Que fazer quando tudo arde? Ora, sai-se do armário e, com um bocado de sorte, distrai-se o pagode.

tags: ,
link do postPor João Sousa, às 09:08  comentar

4.7.17

bossmonkey.jpg

Mas agora a sério: o que espera Marcelo para demitir a assembleia da república? Quererá ele maior exemplo de um irregular funcionamento das instituições do que estar um troglodita como Augusto Santos Silva ao leme do governo?

link do postPor João Sousa, às 15:32  comentar

Augusto Santos Silva, descobri agora ao percorrer na transversal as notícias, é o primeiro-ministro em exercício de Portugal.

link do postPor João Sousa, às 14:38  comentar

24.2.17

O governo designou quatro novos membros para o conselho consultivo do Banco de Portugal. Uma questão menor: o mesmo governo que pretende impor quotas de género na administração de empresas (privadas) cotadas em bolsa, anuncia quatro homens - e zero mulheres - para o conselho consultivo de uma entidade pública.

 

Agora, vamos à questão maior. Quatro nomes: Francisco Louçã, guru do Bloco de Esquerda; Francisco Murteira Nabo, militante do Partido Socialista; e Luis Nazaré, militante do Partido Socialista. João Talone, o quarto, talvez esteja lá para a coisa não se tornar risível.

link do postPor João Sousa, às 09:20  comentar

13.12.16

Segundo é noticiado, o governo encontrou uma "solução" para os "lesados do BES". A solução será anunciada na próxima sexta-feira por António Costa. Por outras palavras: na próxima sexta-feira, aqueles (os contribuintes) que irão realmente pagar a "solução" para os "lesados do BES" ficarão a saber o que foi decidido para o seu dinheiro. O corno é sempre o último a saber...

tags: ,
link do postPor João Sousa, às 13:25  comentar

29.9.16

Não fosse irmos pagar pesadamente toda esta farsa governativa, eu sentir-me-ia tentado a aplaudir Costa pelo que sucedeu há três dias: o PCP veio a público congratular-se e garantir o controlo da execução orçamental. Ou seja: Costa conseguiu tornar o PCP na sua máquina de spin, juntando António Filipe ao esganiçado Galamba na defesa daquilo que não passa de uma burla.

tags: ,
link do postPor João Sousa, às 12:05  comentar


 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO