A sério que sim
24.1.16

Paulo Portas diz umas coisas vaguíssimas - e a CNE salta logo em defesa dos inocentes eleitores. O velho Soares-pai-do-filho, numas antigas autárquicas, apelou explicitamente ao voto no jovem Soares-filho-do-pai - e a CNE limitou-se a fazer beicinho. Nas últimas legislativas António Costa apelou, de forma bastante implícita, ao voto no seu partido - e a CNE fez de conta que estava a ver as horas.

 

A CNE, como se vê, é muito vigilante - quando lhe apetece.

link do postPor João Sousa, às 18:03  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO