A sério que sim
13.3.17

"Fartei-me do Santana como PM, estava a deixar o país à deriva", disse Jorge Sampaio citado pelo Expresso, assim mesmo O Santana. Isto mostra muito o tipo de pessoa que é o nebulosíssimo Sampaio. Não estou, por exemplo, a ver Cavaco Silva dizer "Fartei-me do Pinto de Sousa como PM, estava a levar o país à bancarrota"- mas, enfim, cada um é como é.

 

Tal como é sintomático que Sampaio diga, sobre a sua dissolução de um parlamento maioritário e convocação de eleições antecipadas, "De vez em quando é preciso dar voz ao povo – e percebi qual era o sentimento do povo". Sim, é preciso dar a voz ao povo mas só quando pressentimos que o seu "sentimento" nos convém.

 

Sampaio nomeou Santana porque o PS, liderado por um Ferro Rodrigues encalacrado no processo Casa Pia, não estava em condições de disputar eleições. Depois de Sócrates ter tomado o poder no partido, demitiu o governo na primeira oportunidade com uns pretextos manhosíssimos. Sampaio não fez mais do que imolar Santana Lopes e gerir a sua própria agenda conforme as conveniências para o seu partido. Sampaio não passou de um Soares em modo sonso.

link do postPor João Sousa, às 19:48  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO