A sério que sim
14.6.17

Os "lesados" do BES vão, segundo é noticiado, começar a receber dinheiro em Setembro. Setembro - para não terem tempo de esquecer em quem votar nas eleições de semanas depois.

link do postPor João Sousa, às 08:03  comentar

7.6.17

Ler que a ASAE multou a EMEL causa-me um conflito de sentimentos com alguma analogia ao de muitos que festejaram a vitória sobre a Alemanha de Hitler sabendo que tiveram de se aliar a Staline.

link do postPor João Sousa, às 10:51  comentar

31.5.17

Quando, no início desta alegre caça ao voto que tem sido o governo Costa, o IVA da restauração baixou, eu comecei a pagar mais nos locais onde habitualmente comia. Agora, o governo diz "ter condições para nova descida do IVA na restauração" - e eu ponho-me a adivinhar quanto mais irão subir os preços.

link do postPor João Sousa, às 23:19  comentar

30.5.17

D. Marcelo I, O Afectuoso, disse para quem o quis ouvir (e também para aqueles que não o conseguiram evitar) que "seria justo que as agências de rating revissem até setembro a avaliação de Portugal". Porquê até Setembro, precisamente Setembro? Será por ser véspera de eleições?

link do postPor João Sousa, às 18:49  comentar

18.3.17

Catarina Martins diz que é preciso limitar os leques salariais das empresas. Pois eu digo: se Catarina Martins comprar uma quota das empresas com dinheiro do seu bolso, então pode meter o bedelho nos tais "leques salariais". Enquanto for apenas vice-primeira-ministra à boleia da geringonça, não tem nada que tentar meter as suas patinhas públicas em empresas privadas.

link do postPor João Sousa, às 09:02  comentar

15.3.17

Centeno congratula-se por taxas negativas de curto prazo que desceram face às anteriores. Centeno pensa que somos parvos e não sabemos que as taxas de juro de curto prazo reflectem apenas a confiança dos investidores no BCE que nos vai pondo a mão por baixo.

tags:
link do postPor João Sousa, às 12:58  comentar

Mais uma vez se torna evidente: para António Costa, a importância de uma medida não é o seu grau de eficácia - é a sua influência nas sondagens.

link do postPor João Sousa, às 08:08  comentar

13.3.17

"Fartei-me do Santana como PM, estava a deixar o país à deriva", disse Jorge Sampaio citado pelo Expresso, assim mesmo O Santana. Isto mostra muito o tipo de pessoa que é o nebulosíssimo Sampaio. Não estou, por exemplo, a ver Cavaco Silva dizer "Fartei-me do Pinto de Sousa como PM, estava a levar o país à bancarrota"- mas, enfim, cada um é como é.

 

Tal como é sintomático que Sampaio diga, sobre a sua dissolução de um parlamento maioritário e convocação de eleições antecipadas, "De vez em quando é preciso dar voz ao povo – e percebi qual era o sentimento do povo". Sim, é preciso dar a voz ao povo mas só quando pressentimos que o seu "sentimento" nos convém.

 

Sampaio nomeou Santana porque o PS, liderado por um Ferro Rodrigues encalacrado no processo Casa Pia, não estava em condições de disputar eleições. Depois de Sócrates ter tomado o poder no partido, demitiu o governo na primeira oportunidade com uns pretextos manhosíssimos. Sampaio não fez mais do que imolar Santana Lopes e gerir a sua própria agenda conforme as conveniências para o seu partido. Sampaio não passou de um Soares em modo sonso.

link do postPor João Sousa, às 19:48  comentar

12.3.17

dica_20170302.jpg

Vi salvo erro na Sexta-Feira, com estes dois olhos que a terra há-de comer, que o programa da tarde na Sic tinha convidado para perorar à sua audiência de donas-de-casa e funcionários públicos - Isabel Moreira! Já há um par de semanas, o jornal de grande informação Dica da Semana tinha na capa - Vieira da Silva! A isto se pode chamar "asfixia propagandística".

link do postPor João Sousa, às 19:37  comentar


 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO