A sério que sim
24.12.12

Eu já critiquei o jornalismo que se faz por cá. Num mundo em que o mais valioso, para um jornal, é receber cliques vindos do Google, a qualidade daquilo que se publica deixa de importar tanto e, nessa economia de pageviews, os preços mais baixos da publicidade deixam, num mercado pequeno como o português, de suportar os custos exigidos pela investigação jornalística.

Mas o que se passou com este cavalheiro chamado Artur Baptista da Silva, que durante meses se passeou como economista, funcionário da ONU, professor universitário e sábio, dando palestras e participando em "programas de debate" na TV, não é apenas sintoma da fraca qualidade do jornalismo que temos. É também um sinal de como algum "jornalismo", mais interessado em fazer combate político do que em cumprir o seu papel, não se preocupa minimamente em escrutinar aqueles cuja mensagem serve os seus interesses.

link do postPor João Sousa, às 15:27 

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO