A sério que sim
8.4.15

Costumo usar os serviços do Metro de Lisboa um mínimo de quatro vezes por dia. Não me recordo do último dia em que NÃO encontrei pelo menos uma linha com:

"Senhores passageiros, a circulação na linha XYZ encontra-se com perturbações. O tempo de espera pode ser superior ao normal. Pedimos desculpa pelo incómodo causado."

No último Sábado, foi:

"Senhores passageiros, a circulação na linha Azul encontra-se com perturbações (etc)"

Na Segunda-Feira:

"Senhores passageiros, a circulação na linha Azul encontra-se com perturbações (etc)"

Na Terça-Feira de manhã:

"Senhores passageiros, a circulação na linha Azul encontra-se com perturbações (etc)"

 

Ding dong

 

"Senhores passageiros, a circulação na linha Verde encontra-se com perturbações (etc)"

 

Ding dong

 

"Senhores passageiros, a circulação na linha Amarela encontra-se com perturbações (etc)"

 

Ding dong


... e voltou ao início. "Lá se safou a linha Vermelha", pensei eu. Puro engano. Nessa tarde:

"Senhores passageiros, a circulação na linha Vermelha encontra-se com perturbações. (etc)"

Alguém tem que levar este assunto a sério. É necessário esclarecer, de uma vez por todas e para lá de qualquer dúvida, se estas contínuas "perturbações" se devem a problemas técnicos, o que seria mau pois somos privados de um serviço para o qual, na maioria dos casos, os utentes pagaram antecipadamente via passe ou pré-comprados; ou se todas estas "perturbações" são criadas pelos próprios maquinistas e restantes funcionários - o que seria ainda pior pois estariam a fazer uma greve não assumida e a lesar os utentes, usando-os como arma na chantagem exercida sobre a administração.

 

Porque acredito mais na segunda hipótese? Por termos o sindicalismo que temos: insensato, desonesto e anacrónico.

link do postPor João Sousa, às 18:42  comentar

 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO