A sério que sim
9.11.16

Ponto prévio: a personalidade de Trump sempre me despertou toda uma série de reacções desagradáveis e, fosse eu americano, teria votado no candidato que se lhe opunha (no caso, Clinton apesar de também ter imensas reservas sobre ela). Contudo, permito-me dizer que não temos nenhuma legitimidade moral para criticar a escolha dos americanos. Não nos esqueçamos disto: Portugal elegeu duas vezes Sócrates e, mesmo quando ele perdeu, vou votado por quase um terço do eleitorado. Portanto, não me venham cá com a teoria reincidente de que os americanos são estúpidos - como se nós fôssemos um farol de clarividência.

tags:
link do postPor João Sousa, às 10:20  ver comentários (1) comentar


posts recentes
 
subscrever feeds
Statcounter
blogs SAPO